Mercado

Vida Arte Seringueira ensina a respeitar o sagrado

Longa foi produzido na Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema, em Sena Madureira, no Acre.

 

No filme Vida Arte Seringueira, produzido na Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema, em Sena Madureira, no Acre, o cineasta Fellipe Lopes ensina, quase intuitivamente, como respeitar o que é sagrado.

Cazumbá é um legado do líder seringueiro Chico Mendes (assassinado em dezembro de 1988 por uma família de fazendeiros) aos seus irmãos da floresta, para que concluam a construção do seu admirável mundo novo. A reserva de 750 mil hectares é considerada modelo de unidade de conservação na Amazônia. Lá, vivem 360 famílias extrativistas, todas de ex-seringueiros, tecendo harmoniosamente a sustentabilidade.

O documentário é uma produção independente de Fellipe Lopes, que parte de um objetivo de imersão pessoal na natureza amazônica e na vida de pessoas que crescem na floresta.

 

Leia também: Cooperast fortalece Sistema Agroflorestais

 

Leia também: Ex-seringueira viúva forma 11 filhos na faculdade

 

Fonte: Primeira Página com informações do site Notícias do Acre.

Redes Sociais