Press Release
 
INCENTIVO AO CRÉDITO INCREMENTA NEGÓCIOS NAS FEIRAS EXPOBOR E PNEUSHOW-RECAUFAIR
DURANTE TRÊS DIAS, EVENTOS TIVERAM CORREDORES LOTADOS. GRANDE NÚMERO DE VISITANTES COM PODER DE DECISÃO PROPORCIONOU VENDAS IMEDIATAS ACIMA DA EXPECTATIVA.
Nesta sexta-feira, 13 de abril, foram encerradas a Expobor 2012 – Feira Internacional de Tecnologia, Máquinas e Artefatos de Borracha e Pneushow-Recaufair 2012 – Feira Internacional da Indústria de Pneus, que tiveram sua 10ª edição realizada simultaneamente no Expo Center Norte, em São Paulo.

As feiras receberam 7.621 profissionais dos segmentos, sendo 359 oriundos de países de todos os continentes.

Juntas, Expobor e Pneushow-Recaufair reuniram 191 empresas expositoras dos segmentos de artefatos de borracha (produtos acabados, automação, matérias primas, máquinas e equipamentos) e pneus (novos e reformados, equipamentos e suprimentos para reforma, soluções, performance e segurança para transportes) numa área de 16 mil m2.

Entre eles, 65 vieram de países com China, Taiwan, Itália, Estados Unidos, Alemanha, França, Coreia do Sul, Polônia e Paraguai, o que reforça o caráter internacional dos eventos.

Para Abdala Jamil Abdala, presidente da Francal Feiras, promotora de ambos eventos, chegar à 10ª edição é motivo de grande orgulho. “A Expobor e a Pneushow-Recaufair são um marco em seus respectivos segmentos econômicos. Desde 1996, as feiras vêm proporcionando o encontro de diferentes players do mercado, do Brasil e do exterior, e seu desenvolvimento por meio dos muitos negócios realizados aqui”.

Na avaliação de Ademar Queiroz do Valle, diretor-executivo das entidades realizadoras ABIARB (Associação Brasileira da Indústria de Artefatos de Borracha) e da ARESP (Associação das Empresas Reformadoras de Pneus do Estado de São Paulo), a concentração da feira em três dias – um a menos que nas edições anteriores – atraiu mais visitantes com poder de decisão. “Isso incrementou os negócios imediatos e assegurou um êxito acima das nossas melhores expectativas”, comemorou.

Borracha
Muitas empresas expositoras da Expobor confirmam a declaração do executivo. A estreante Ecomaxxi, por exemplo, vendeu quatro máquinas nas primeiras horas após a abertura da feira e já confirmou presença na edição de 2014.

Segundo Edgar Solano, presidente da Abiarb e do SINDIBOR (Sindicato do Sindicato da Indústria de Artefatos de Borracha no Estado de São Paulo), as medidas para aquecimento da economia anunciadas semanas antes pelo governo federal dentro do Plano Brasil Maior mudaram o enfoque da feira. “Profissionais que antes visitavam o pavilhão apenas para conhecer e examinar equipamentos, por exemplo, neste ano vieram com a determinação de comprar”.

Para o dirigente, o incentivo ao crédito não resolve, mas ao menos minimiza o processo de desindustrialização por que passa a indústria de artefatos de borracha iniciado há dois anos, quando a matéria prima foi sobretaxada e o produto acabado importado ficou mais atrativo que o fabricado no Brasil.

Pneus
Antes voltada exclusivamente para o mercado de reforma –recauchutagem, recapagem e remoldagem –, em 2008 a Pneushow-Recaufair ampliou sua área de atuação e passou a englobar toda a cadeia produtiva do pneu, da fabricação à reciclagem. Em razão disto, a feira reuniu fornecedores de produtos e soluções tanto para pneus novos quanto reformados. Juntos, estes dois segmentos colocam para rodar mais de 75 milhões de pneus a cada ano.

Entre as novidades da Pneushow-Recaufair 2012, muitas foram voltadas para a diminuição dos custos de transportadoras. Atualmente, os pneus representam a segunda maior despesa das empresas de transporte (carga e passageiro), atrás apenas do combustível.

Assim como a indústria de artefatos, a de pneus também sentiu na Pneushow-Recaufair os efeitos positivos do Plano Brasil Maior. “Isto ficou muito evidente nos resultados obtidos pelos expositores de pneus novos não instalados no Brasil”, constata Alexandre Moreira, presidente da ARESP. A importadora de pneus Fassa, em sua primeira participação, garantiu nos três dias da feira o equivalente a 40% de seu faturamento anual e ainda cumpriu a meta de conquistar pelo menos dois clientes por região do País.

Sustentabilidade
Um dos temas que mais preocupam fabricantes e reformadores de pneus não foi deixado de fora da Pneushow-Recaufair. Além dos produtos e serviços oferecidos pelos expositores, a feira abrigou o Espaço Sustentabilidade, uma área que demonstrou aos visitantes o processo de reciclagem dos pneus em vários estágios e os produtos que podem ser feitos a partir deles, como solados, pisos, grama sintética e cimento asfáltico. Só no ano passado, a Reciclanip – parceira da Francal Feiras e da Aresp neste projeto – coletou e destinou mais de 320 mil toneladas de pneus.

“É a primeira vez, até onde tenho conhecimento, que um evento de negócios dá uma resposta à sociedade sobre o que a indústria faz com o pneu inservível”, assegurou Alexandre Moreira.

O grande encontro do setor proporcionado pela feira criou condições para que temas de relevância fossem discutidos no Painel Pneushow. Um deles foi justamente a nova lei dos resíduos sólidos. A apresentação visou a ajudar os profissionais das indústrias de borracha e pneus a se prepararem para o novo marco regulatório que, entre outras coisas, responsabiliza os fabricantes e importadores pela destinação ambientalmente adequada dos inservíveis.

Do mesmo modo, uma palestra sobre conformidade definitiva teve o objetivo de esclarecer as dúvidas de grande parte dos reformadores quanto à Portaria 444 do Inmetro, que estabelece a obrigatoriedade da certificação da atividade da reforma de pneus até novembro deste ano. Além da apresentação, uma consultora manteve plantão de dúvidas gratuito no Espaço Sustentabilidade.

A primeira Expobor/Pneushow-Recaufair foi realizada em 1996 e a segunda, já no ano seguinte. A partir daí, as feiras tornaram-se bienais, com edições em 1999 e 2001. Em 2002 houve uma edição extra para ajustar o calendário aos anos pares, com as seguintes realizadas em 2004, 2006, 2008, 2010 e a 10ª e comemorativa em 2012. A próxima edição das feiras já está agendada para 2014.